Cabelos brancos: redescobrindo a cor natural (Parte I)

Você já parou para pensar que cabelo branco também é cabelo natural?

Quando falamos sobre “assumir os fios naturais”, é comum pensarmos, primeiro, na jornada de entender a própria textura: afinal, deixar o alisamento e se apaixonar por seus crespos, cacheados e ondulados ainda é uma jornada recente para muitas pessoas. 


Porém, a escolha de abandonar tinturas também pode ser desafiadora, principalmente para as mulheres, que são permanentemente incentivadas a esconderem os fios brancos assim que eles começam a surgir. Como redescobrir a própria imagem, libertando uma cor “proibida socialmente”?


No Descabelado, ajudamos pessoas a vivenciarem uma relação de liberdade com sua beleza. E, se a coloração pode ser um instrumento para se divertir e expressar a personalidade, por que não fazer o mesmo com os brancos naturais?

Com vocês, a primeira parte de uma série de entrevistas com algumas Descabeladas que vivem, hoje, um reencontro com os cabelos brancos. Conecte-se e inspire-se!


Silvia Del Rey

Como era a sua relação com os cabelos brancos antes de assumi-los?

Um processo trabalhoso e desgastante de ter que “obrigatoriamente” pintar todo mês, uma vez que eu não gostava de quando ele começava a crescer - e a aparecer o pé de cabelos brancos...


Quando deu na telha deixar os brancos naturais?

Na verdade, o meu amado e idolatrado cabelereiro Ed Santana passou dois anos tentando me convencer a não mais pintar, e eu resistia bravamente, com medo de parecer mais velha! Passei todo esse tempo dizendo a Ed que na próxima ida eu não mais pintaria. Quando decidi, foi muito suave e fiquei muito feliz.  


Quais foram os maiores desafios e ganhos?

Só enxergo ganhos, pois a partir do dia em que resolvi não mais pintar, eu relaxei totalmente com meus cabelos. Como meu cabelo cresce rápido, com 15 dias de pintado  já apareciam os brancos e eu vivia o tormento de disfarçar, até o dia em que poderia voltar para pintar. E isso era exaustivo e de certa forma, me deixava frustrada. Me livrar disso foi perfeito!


Como é sua rotina de cuidados hoje?

Lavar, passar gel e ponto final!


O que os cabelos brancos ensinaram a você?

Que eu sou uma mulher completamente livre e que o jeito que sou me agrada profundamente.


Manoela Franco

Como era a sua relação com os cabelos brancos antes de assumi-los?

Tinha uma relação péssima com meus cabelos antes de assumir. Eternamente insatisfeita com a escravidão de pintá-los a cada 10 dias. Os fios estragados e sempre carentes de tratamentos.


Quando deu na telha deixar os brancos naturais?

Não deu na telha de assumir. Foi um processo longo. Pintar desde os 15 anos tinha virado um grande sacrifício. Quando a raiz começava a nascer ficava horas no espelho admirando os fios prateados e imaginando como seria deixá -los viver. Quando conheci Ed em 2014 estava decidida a assumir, mas aí ele me mostrou um outro processo: o de estar pronta para a reação das pessoas ao meu redor.


Quais foram os maiores desafios e ganhos?

Esse foi o maior desafio: lidar com as reações. Minha mãe ficou alguns dias sem falar comigo quando fiz o big chop. Até hoje há muitos questionamentos. Pessoas se sentem autorizadas a falar quando se deparam com algo que não é comum a elas. Uma senhora uma vez me abordou elogiando a platinagem e perguntando onde havia feito, quando disse que era natural ela perguntou pq eu não pintava… O meu maior ganho, por outro lado, é minha liberdade. Ser quem eu sou. Assumir os meus cabelos foi tb assumir muito do que sou internamente. A jornada do autoconhecimento se intensificou muito com a decisão de deixar meus cabelos livres.


Como é sua rotina de cuidados hoje?

Não tenho rotina de cuidados. Lavo dia sim dia não com os produtos indicados por Ed. E agora estou me adaptando a finalização em razão de deixá -los maiores. Nada que me absorva muito.

O que os cabelos brancos ensinaram a você?

Eu aprendi que sou mais bonita quanto mais estiver próxima da minha essência. Nunca tinha me achado verdadeiramente bonita antes de deixar meu cabelo branco viver!



...



Esperamos que essas histórias tenham inspirado você. Em breve, na Parte II, conheça as jornadas de Ju Leite e Janaína Teixeira! 




Texto: Vanessa Ventura

Descabelado

Beleza Sistêmica

Acreditamos que o que precisa ser transformado está do lado de dentro e não do lado de fora da cabeça!

Contato

Avenida Oceânica, 2400

Ondina Apart Hotel L36

Salvador - Bahia

contato@descabelado.com 

Tel: (71) 3018-1821

Horário de funcionamento

Seg - Sex: 10h - 18h

Sáb: 09h - 14h               

Descabelado - Beleza Sistêmica
CNPJ 04.194.313/0001-89
Avenida Oceânica, 2400  L36 /  Ondina 
envio de 2 a 5 dias após confirmação do pagamento
consulte termos e condições